Director Carlos Rosado de Carvalho

SADC com sistema próprio de pagamentos a partir de Outubro

SADC com sistema próprio de pagamentos a partir de Outubro
Foto: D.R.

A introdução de um sistema regional de pagamentos electrónico, que dispensa a intermediação de bancos correspondentes nos pagamentos em dólares norte-americanos, e a criação de um Plano Director Regional de Gás são duas das novidades da 38.ª Cimeira de Chefes de Estado da SADC, que se realiza na Namíbia.

A Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) passa a dispor, a partir de Outubro deste ano, de um sistema regional de pagamentos electrónico, para facilitar as transacções comerciais, que dispensa a intermediação de bancos correspondentes nos pagamentos com dólares norte-americanos.

O Sistema Integrado de Liquidação Electrónica Regional da SADC (SIRESS), criado em Julho de 2013, foi testado em quatro países - África do Sul, Lesoto, Namíbia e Suazilândia, com pagamentos em rands sul-africanos. Mas, a partir de 1 de Outubro, o sistema estará operacional em 14 estados-membros da SADC, com excepção de Madagáscar e Comores (que formalizou a sua entrada na organização nesta cimeira), com a introdução do USD como segunda moeda, afirmou a secretária executiva da SADC, Stergomena Lawrence Tax.

O anúncio foi feito na abertura dos trabalhos preparatórios da 38.ª Cimeira de Chefes de Estado e de Governo, que se inicia esta sexta-feira, na Namíbia, a primeira sem a presença de pais fundadores da SADC. Os últimos foram os expresidentes de Angola e Zimbabué, José Eduardo dos Santos e Robert Mugabe, que estiveram presentes na Cimeira de Joanesburgo, em 2017.


(Leia o artigo integral na edição 486 do Expansão, de sexta-feira 17 de Agosto de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i