Director Carlos Rosado de Carvalho

Lourenço "traz" 500 milhões USD e lança escada para caminhos-de-ferro

Lourenço "traz" 500 milhões USD e lança escada para caminhos-de-ferro
Foto: D.R.

João Lourenço termina a visita oficial à Alemanha sem acordos assinados, mas com "alguns memorandos de entendimento". Acordo com Commerzbank, já alinhavado antes da viagem, vai apoiar as exportações das empresas alemãs. Empresários angolanos garantem que o impacto da presença alemã no mercado nacional é irrelevante.

O Presidente João Lourenço voltou a "levar na bagagem" o discurso do combate à corrupção naquele que foi o seu regresso ao continente europeu, no qual "lançou a escada" a potenciais investidores alemães para que apostem no País em várias áreas como os caminhos-de-ferro.

Se levou o combate à corrupção na bagagem, no regresso a Angola trouxe um financiamento de um banco privado alemão, Commerzbank, e promessas de futuros negócios.

Na quarta-feira, 22 de Agosto, assinou em Berlim um acordo financeiro no valor de 500 milhões USD para o apoio directo às exportações alemãs de bens de investimento, como máquinas e equipamentos para o sector produtivo. Com a nova linha de crédito, o Commerzbank volta ao mercado angolano, onde em 2012 abriu uma representação.


(Leia o artigo integral na edição 487 do Expansão, de sexta-feira 24 de Agosto de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i