Director Carlos Rosado de Carvalho

Petróleo em queda livre chega aos 76 USD

Petróleo em queda livre chega aos 76 USD

O crude continua a ser penalizado pelas revisões das projecções económicas e pelo selloff que se tem observado nos mercados financeiros. Inventários norte-americanos voltaram a crescer pela quinta semana consecutiva.

O preço do barril do Brent voltou a cair nos mercados internacionais e encontra-se a rondar os 76 USD. O crude continua a ser penalizado pelas revisões das projecções económicas e pelo selloff que se tem observado nos mercados financeiros.

Por outro lado, os inventários petrolíferos norte-americanos voltaram a crescer, na semana passada, pela quinta semana consecutiva. Excluindo as reservas estratégicas, que rondam os 656 milhões de barris, os inventários situaram-se em 427,8 milhões de barris, o que representou uma subida de 6,3 milhões.

As tensões entre os EUA e a Arábia Saudita também têm sido um ponto de interesse no mercado da matéria-prima. Segundo alguns analistas, existe a possibilidade de o maior exportador mundial de petróleo vir a sofrer sanções por parte dos Estados Unidos, o que, por sua vez, levaria a retaliações que contribuiriam para uma subida dos preços.

Contudo, o ministro da Energia saudita assegurou que o reino tenciona deixar o mercado bem abastecido, adiantando que o País deverá elevar a produção para 11 Mbpd. (...)

*Banco Angolano de Investimentos


(Leia o artigo integral na edição 496 do Expansão, de sexta-feira, dia 26 de Outubro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i