Director Carlos Rosado de Carvalho

Receita fiscal dos diamantes cai 17% para 264 milhões USD face ao II trimestre

Receita fiscal dos diamantes cai 17% para 264 milhões USD face ao II trimestre
Foto: D.R.

Angola vendeu menos 857,9 quilates no III trimestre, cerca de 32%, face ao trimestre anterior. A Lunda Sul lidera com 78% do total da produção de diamantes.

A receita fiscal da venda de diamantes, no terceiro trimestre deste ano, caiu 17%, para 264,06 milhões USD comparativamente ao trimestre anterior, indicam os dados do relatório de balanço dos operadores do sector.

O montante arrecado pela Administração Geral Tributária (AGT) durante este período resulta da venda de um volume de 1,5 milhões de quilates, menos 857,9 em relação ao ll trimestre.

As empresas apontam a falta de financiamento no mercado internacional como estando na base da quebra nas vendas dos diamantes angolanos o que permitiu, em termos comparativos ao trimestre anterior, uma diminuição de 52,5 milhões USD nas receitas brutas.

Segundo o presidente do conselho de administração da Sodiam, Bravo da Rosa, a quebra nas vendas deve-se ao facto de, em Agosto, a maior empresa do sector, a Sociedade Mineira de Catoca, não ter comercializado parte substancial da sua produção, o que influenciou negativamente os indicadores do mês e, consequentemente, do trimestre. (...)

(Leia o artigo integral na edição 498 do Expansão, de sexta-feira, dia 9 de Novembro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i