Director Carlos Rosado de Carvalho

Governo acaba com confusão entre biliões e mil milhões

Governo acaba com confusão entre biliões e mil milhões
Foto: ARQUIVO
EXPANSÃO

As comissões de trabalho da Assembleia Nacional analisaram, na quarta-feira da semana passada, a proposta de lei destinada a legislar sobre a criação de uma norma nacional para uniformizar a leitura e escrita dos grandes números, que acaba definitivamente com a confusão entre biliões e mil milhões.

O Projecto de Lei de Autorização Legislativa que autoriza o Presidente da República, enquanto Titular do Poder Executivo, a legislar sobre a Regularização da Padronização da Nomenclatura dos Grandes Números, será discutida e votada a 21 deste mês na Assembleia Nacional.

Na explicação sobre a proposta, o secretário de Estado da Indústria, Evandro do Prado, indica que a uniformização dos números é "importante e necessária", uma vez que a diferença em termos de nomenclatura "leva a equívocos e a cometer grandes erros do ponto de vista contabilístico quando não existe uma norma".

Com a aprovação da norma e nomenclatura dos grandes números, refere o governante, a opção de leitura e escrita é a escala longa e os algarismos são lidos na ordem de grandeza de mil (1.000), milhão (1.000.000), mil milhões (1.000.000.000) e bilião (1.000.000.000.000). (...)

(Leia o artigo integral na edição 498 do Expansão, de sexta-feira, dia 9 de Novembro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i