Director Carlos Rosado de Carvalho

Promover a próxima vaga de inovação e disrupção no continente africano

Promover a próxima vaga de inovação e disrupção no continente africano
Foto: D.R.

Um pouco por todo o mundo, empresas promovem a criação de incubadoras e concursos de empreendedorismo, focados nas áreas e indústrias em que operam. Estas iniciativas contribuem para o crescimento de bons projectos e boas ideias, que não raras vezes são incorporadas pelas próprias organizações.

Ocorreu este mês, em Portugal, mais uma edição do Web Summit, o maior evento de empreendedorismo e tecnologia da Europa e um dos maiores do mundo. A iniciativa conta com eventos-irmãos na América (Collision, a realizar em Maio de 2019, em Toronto) e na Ásia (Rise, realizado em Hong Kong, em Julho).

Angola esteve representada por quatro startups: Tupuca, Appy, MyHappy LunchBox e Sheshe.

De acordo com os relatos na imprensa internacional, divulgados pela agência Lusa, a presença africana no certame não ultrapassou as quatro dezenas de empresas. Aparentemente, o ecossistema global de empreendedorismo e tecnologia não se cruza ainda com o continente africano. (...)

*Head of Communications da KPMG

(Leia o artigo integral na edição 500 do Expansão, de sexta-feira, dia 23 de Novembro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i