Director Carlos Rosado de Carvalho

Crude já está abaixo dos 60 USD

Crude já está abaixo dos 60 USD

Os inventários norte-americanos subiram (+3,6 milhões de barris) pela décima semana consecutiva, na semana passada, para 450 milhões de barris, e continuam a pressionar os mercados.

O Brent saiu da casa dos 60 USD e encontra-se a rondar os 59 USD por barril. Os inventários norte- -americanos subiram (+3,6 milhões de barris) pela décima semana consecutiva, na semana passada, para 450 milhões de barris, marcando o maior ciclo de aumentos desde finais de 2015.

A evitar maiores perdas nos preços da matéria-prima está a reunião da OPEP, e dos seus aliados, que ocorrerá no dia 6 de Dezembro, em que se poderá decidir uma redução da oferta para reequilibrar o mercado. Relativamente a esta decisão, o ministro da Energia da Arábia Saudita referiu que o reino só deverá cortar na produção caso exista o mesmo compromisso por parte dos restantes membros.

Já o presidente da Rússia, declarou que o seu país está confortável com o preço do barril a 60 USD. Apesar destas observações, é esperado que o desfecho do encontro seja positivo para o crude, visto que a inacção do cartel poderá levar a oferta a superar a procura em cerca de 1 milhão de barris por dia. (...)

*Banco Angolano de Investimentos

(Leia o artigo integral na edição 501 do Expansão, de sexta-feira, dia 30 de Novembro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i