Director Carlos Rosado de Carvalho

Crude estabiliza abaixo dos 60 USD

Crude estabiliza abaixo dos 60 USD

No arranque da reunião da OPEP e aliados, o ministro da Energia da Arábia Saudita defendeu que o corte de produção necessário para fazer subir preços é inferior ao esperado pelo mercado, que reagiu em baixa.

Os receios dos investidores em torno de um excedente da oferta no mercado petrolífero implicaram a pior performance mensal dos últimos 10 anos do preço do barril no mês de Novembro. Durante os primeiros dias de Dezembro o preço do petróleo evoluiu de forma incerta, com o Brent a negociar em torno dos 60 USD.

Na segunda-feira, um dia depois de ser conhecida a suspensão da guerra comercial EUA-China por 90 dias, os preços do petróleo chegaram a disparar mais de 5% durante o dia. Durante esta suspensão, os dois países vão iniciar negociações sobre mudanças estruturais em relação à protecção da propriedade intelectual, cibercrime e outras prioridades norte-americanas.

Além disso, a ajudar a performance do preço do barril esteve a expectativa dos mercados sobre a extensão do actual acordo de cortes de produção petrolífera, que poderia ser materializada após a reunião dos produtores da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e outros aliados (OPEP+), com inicio agendado para esta quinta-feira. (...)


*Banco Angolano de Investimentos

(Leia o artigo integral na edição 502 do Expansão, de sexta-feira, dia 7 de Dezembro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i