Serviços digitais do Estado caem 7 lugares no ranking da ONU para lugar 155

Serviços digitais do Estado caem 7 lugares no ranking da ONU para lugar 155
Foto: Lídia Onde

ONU coloca Angola no grupo de países de médio desempenho, 38 posições acima do último classificado na prestação de serviços digitais públicos.

Angola caiu sete posições no desenvolvimento dos serviços digitais prestados pelo Estado ao cidadão e ocupa agora o lugar 155 entre as 193 nações dos Estados-Membros da ONU.

No relatório das Nações Unidas, "United Nations E-Government Survey 2018", há mais de quatro anos que Angola permanece no grupo de países de médio desempenho, apesar das constantes variações no ranking internacional que bianualmente analisa a prestação deste serviço público.

Já no indicador sobre a utilização dos serviços de Governo electrónico por parte do cidadão, o País assinalou uma queda mais acentuada ocupando actualmente nesta categoria a posição 125 face ao lugar 101 referente ao relatório de 2016. As Nações Unidas alerta também neste estudo para as prováveis desigualdades regionais no acesso a este serviço a nível nacional e local.

"A disparidade pode ser maior do que a apresentada, considerando que foram observadas as maiores cidades. Neste contexto, é provável que apresentem níveis mais altos de desenvolvimento do governo electrónico, podendo a diferença ser acentuada entre o desempenho a nível nacional e local". (...)


(Leia o artigo integral na edição 503 do Expansão, de sexta-feira, dia 14 de Dezembro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i