Director Carlos Rosado de Carvalho

TICAD e Expo: oportunidades para Angola e Japão

TICAD e Expo: oportunidades para Angola e Japão
Foto: D.R.

Na semana passada, fui convidado para a gala da 8.ª edição dos Prémios SIRIUS, organizada pela Deloitte Angola. Encontrava-me num universo de 400 convidados presentes no Hotel Epic Sana. A gala é o maior evento de empresários aqui em Angola, segundo um embaixador sempre convidado para o evento.

Sem dúvida nenhuma, foi uma honra muito grande estar neste maravilhoso evento, mas senti a falta da presença do Japão: nenhuma empresa e nenhum empresário japonês estavam entre as dezenas denominadas para os prémios. Estou convicto de que, no futuro, uma empresa ou empresário japonês merecerá um prémio Sirius ou, pelo menos, estar entre os nomeados.

O Presidente da República, João Lourenço, tem estado empenhado em implementar várias reformas económicas, políticas e administrativas, em particular, medidas anticorrupção, a fim de criar um melhor ambiente de negócios e investimentos, e diversificar e estabilizar a economia angolana. Queria manifestar o meu maior respeito pelos actos do Presidente e, convicto de que estes esforços darão resultados positivos, o Japão dispõe-se a dinamizar as relações entre os dois países.

À margem da Reunião Ministerial da TICAD (Conferência Internacional de Tóquio para Desenvolvimento de África) realizada em Outubro, na cidade de Tóquio, o ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, aquando da sua participação no evento, abordou com o seu homólogo ministro Taro Kono, o fortalecimento das relações bilaterais, bem como assuntos globais. (...)


(Leia o artigo integral na edição 502 do Expansão, de sexta-feira, dia 7 de Dezembro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i