Obrigações privadas do Standard Bank Angola só fizeram um negócio em bolsa

Obrigações privadas do Standard Bank Angola só fizeram um negócio em bolsa
Foto: Lídia Onde

A única operação de transacção de obrigações privadas do Standard Bank resultou em 700 milhões Kz, num período de quase um mês desde a sua admissão em Bolsa, em Dezembro de 2018.

A Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA) realizou apenas uma negociação das obrigações privadas do Standard Bank Angola admitidas em bolsa a 11 de Dezembro, tendo transaccionado sete mil obrigações no valor de 700 milhões Kz.

O Standard Bank Angola (SBA) é a primeira empresa de direito angolano a ver as suas obrigações admitidas à cotação na BODIVA, mais precisamente no mercado de bolsa de obrigações privadas que deu início à negociação dos títulos do banco de origem sul-africana há mais de três semanas, numa cerimónia que teve direito a abertura com toque de sino, à semelhança do que acontece, por exemplo, na bolsa nova-iorquina.

O banco controlado pelo maior banco sul-africano emitiu 4,7 mil milhões Kz, cerca de 15 milhões USD, com maturidade de três anos, a uma taxa de juros de 17% ao ano, pagos semestralmente, mas apenas conseguiu vender uma parcela dessas obrigações até ao final do ano passado. A emissão de 4,7 mil milhões Kz é a primeira tranche de cerca correspondente a 50% do programa de emissão de obrigações do Standard Bank de Angola no valor global de 9,5 mil milhões Kz, aprovado este ano pela CMC. (...)


(Leia o artigo integral na edição 505 do Expansão, de sexta-feira, dia 4 de Janeiro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i