Director Carlos Rosado de Carvalho

Negociações EUA e China animam crude

Negociações EUA e China animam crude

A matéria-prima beneficiou das expectativas referentes ao desfecho das negociações entre as duas potências. Arábia Saudita também contribui para subida dos preços com cortes de produção acima do esperado.

Os preços do petróleo têm estado a subir nos mercados internacionais e o Brent encontra-se agora nos 61 USD por barril. A matéria-prima beneficiou das expectativas referentes ao desfecho das negociações entre os EUA e a China. As conversações entre as potências prolongaram- se por mais um dia, o que para os mercados se traduziu numa vontade de atingir consensos. Recorde-se que as tensões comerciais entre as duas maiores economias mundiais, têm gerado dúvidas relativamente ao crescimento económico global e, consequentemente, receios em relação aos futuros níveis da procura de petróleo.

O maior produtor da OPEP também sustentou os preços. O ministro da Energia da Arábia Saudita referiu que a produção do reino se encontra nos 10,2 milhões de barris por dia (Mbpd), o que corresponde a um corte superior ao que o país se tinha proposto a realizar. Por outro lado, o representante também declarou que a Arábia Saudita deverá exportar 7,1 Mbpd em Fevereiro, traduzindo uma redução de 100 mil barris diários face ao que se antecipa para este mês.

A semana também ficou marcada pela diminuição, em cerca de 1,7 milhões de barris, dos inventários petrolíferos dos EUA. Embora este recuo, por norma, corresponda a um bom sinal para o crude, o facto de ter sido inferior ao antecipado (2,8 milhões de barris) não constituiu um sinal positivo. Também cumpre notar, que as reservas de gasolina tiveram o maior aumento semanal desde Dezembro de 2016 (8,1 milhões de barris), reflectindo, assim, uma fraca procura. (...)

*Banco Angolano de Investimentos

(Leia o artigo integral na edição 506 do Expansão, de sexta-feira, dia 11 de Janeiro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i