Director João Armando

OPORTUNIDADE OU AMEAÇA

OPORTUNIDADE OU AMEAÇA
Foto: D.R.

Com frequência, desperdiçamos oportunidades, que confundimos com ameaças, esquecendo-nos de avaliar e aproveitar todas as forças disponíveis, que permitem ultrapassar as fraquezas existentes.

A deficiente avaliação das situações em que nos encontramos confronta-nos com medos e hesitações que reduzem a nossa capacidade de decisão, levando- nos a tomar decisões fora de contexto, quase sempre despropositadas.

O aparecimento de um problema, da mesma forma que a existência de uma situação crítica, permite, regra geral, desencadear uma reacção de defesa ou bloqueio, com a qual nos sentimos perseguidos, vítimas ou estranhos.

Uma ameaça indica, normalmente, um risco, possível perigo perante uma situação, objecto ou circunstância, um perigo e constrangimento que ainda não foi desbloqueado e que, existindo aviso ou premeditação, pode ser prevenido ou solucionado.

Basta olhar para os grandes desafios existentes no nosso País, para logo percebermos o verdadeiro significado daquilo que são ameaças, tendo em conta os desafios que se nos colocam para os transformar em oportunidades, fazendo com que, quer no âmbito político, quer no âmbito empresarial, se aceitem os desafios e estas se transformem em oportunidades de desenvolvimento e diferenciação. (...)

(Leia o artigo integral na edição 511 do Expansão, de sexta-feira, dia 15 de Fevereiro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i