Director João Armando

Eleições após perdas de 10 mil milhões USD com adiamento

Eleições após perdas de 10 mil milhões USD com adiamento
Foto: D.R.

Clima de violência e a desinformação ditaram o adiamento, a poucas horas da abertura das urnas. A Nigéria vai a votos este sábado, uma semana depois do adiamento inesperado das eleições gerais, que pode causar prejuízos na ordem dos 10 mil milhões USD, o equivalente a 2% do Produto Interno Bruto.

Os mais de 84 milhões de eleitores inscritos para as eleições gerais do dia 16 de Fevereiro, na Nigéria, deverão votar no sábado, dia 23, uma semana depois da Comissão Eleitoral Nigeriana (INEC) ter anunciado o adiamento do sufrágio a poucas horas da abertura das urnas, alegadamente devido a problemas logísticos graves e à proliferação da notícias falsas.

A maior economia de África, devido ao sector petrolífero, irá escolher entre mais de 70 candidatos à presidência, após uma campanha caracterizada pela disseminação de notícias falsas, como a da alegada "clonagem" do actual Presidente, ou a divulgação de obras alegadamente realizadas pelo Governo.

O actual Presidente, Muhammadu Buhari, de 76 anos, que já governou em 1983, na sequência de um golpe de Estado e durante o período das ditaduras militares, e que foi eleito mais tarde em 2015, é um dos candidatos mais fortes, a par de Atiku Abubakar, o milionário, de 72 anos. Ambos da etnia houçás e ambos muçulmanos, lideram os dois principais partidos, o Congresso dos Progressistas (no poder) e o Partido Popular Democrático (PDP, oposição), e acusam-se mutuamente de "sabotagem" do escrutínio. Depois das eleições, vamos ter de saber o que aconteceu mesmo", disse Buhari.

Mahmood Yakubu, presidente da INEC, assumiu a "total responsabilidade" pelo atraso logístico na preparação do acto eleitoral, justificado pelo "enorme" desafio que representa a organização de eleições num país com infra-estruturas muito deficientes. Yakubu lamentou ainda os actos de "sabotagem" que perturbaram a preparação do escrutínio.


(Leia o artigo integral na edição 512 do Expansão, de sexta-feira, dia 22 de Fevereiro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)



*com Lusa

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i