Novas regras do domínio ".ao" e programa Cansat de microsatélites entre projectos apresentados

Novas regras do domínio ".ao" e programa Cansat de microsatélites entre projectos apresentados
Foto: Quintiliano dos Santos

Muitas das empresas angolanas aproveitaram a presença dos convidados e empresas estrangeiras para mostrar os seus produtos e o nível de desenvolvimento tecnológico do País.

O Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, que é agora o gestor do domínio "ao", endereço electrónico indicador de instituição, empresa ou particular na Web (internet) que estejam registadas em Angola, apresentou as novas regras de adesão. Por decreto presidencial, o MTTI fica com esta responsabilidade e anunciou que pretende massificar a sua utilização, facilitando a sua escolha. Hoje as entidades que utilizam o ".ao" não chegam às 80.

Anteriormente, o processo era bastante complicado. Tinha que se fazer um requerimento dirigido à Uninet, unidade adstrita à Faculdade de Engenharia da Universidade Agostinho Neto, pagar cerca de 50 mil Kz e esperar pela resposta.

A partir de agora, como foi anunciado na Angotic, o processo é feito online através do portal do governo SEPE.gov.ao. Procede-se ao preenchimento do formulário e faz-se o pedido. O sistema gera depois um código para pagamento no Multicaixa, sendo que o interessado deve fazê-lo na zona de Pagamentos ao Estado, onde existe esse link.

O valor é também muito mais baixo, o equivalente a 22 euros, que significa cerca de 8.400 kz, sendo que depois é activado automaticamente. Ou seja, em pouco minutos e, por um preço 5 vezes mais baixo, é possível registar uma empresa ou entidade neste domínio. (...)


(Leia o artigo integral na edição 529 do Expansão, de sexta-feira, dia 21 de Junho de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i