E TODO O RESTO É PAISAGEM ...!

E TODO O RESTO É PAISAGEM ...!

Em todos os países, existem paisagens e mistérios, que estando por desvendar, revelam que em cada recanto, em cada zona, por mais pobre que pareça, sobrevive um fantástico, que justifica a sua importância e conquista, num infinito que afinal tem história.

De uma forma ou de outra, no litoral ou no interior, são as mais belas paisagens, os mais belos monumentos, ou a simplicidade dos povos, do mesmo modo que a rudeza e simplicidade da natureza, que levam o homem à conquista de olhares, que entrecruzados com a memória, recriam e encontram momentos inesquecíveis.

De uma forma discreta, em todos os casos, o sobrenatural está sempre presente, num sentimento de alegria, ou nostalgia, banhado por ar puro ou maresias submersas, que sugerem a aventura, a descoberta, a reflexão ou o prazer de conhecer mais e melhor.

Basta olhar para as nossas paisagens, a nossa natureza, os animais, as etnias, para logo percebermos que temos tudo para conquistar, tudo para desvendar, quase sempre, não valorizando o que temos, ou deixando ao abandono monumentos, que são marcos da nossa história e cultura.

Fala-se agora do incremento e da promoção turística, na óptica económica e de aproveitamento de muitos dos investimentos hoteleiros, num projecto que acredito só terá consistência, desde que nele se enquadre a recuperação de todos os monumentos e marcos históricos a todos os níveis, não bastando desenvolver o turismo natureza, ou desportivo. (...)


(Leia o artigo integral na edição 529 do Expansão, de sexta-feira, dia 21 de Junho de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i