Quase 200 empresas públicas prontas para privatização a partir deste ano

Quase 200 empresas públicas prontas para privatização a partir deste ano

Coordenador adjunto da comissão técnica de privatizações diz que empresas serão privatizadas via bolsa de valores, mas presidente do IGAPE admite que dificilmente serão alienadas por essa via. Concurso público é solução.

Mais de 190 empresas públicas, 32 delas de referência nacional, serão privatizadas a partir deste ano para aumentar os níveis de eficiência, anunciou esta semana o coordenador adjunto da comissão técnica de privatizações do Ministério das Finanças de Angola, Patrício Vilar.

De acordo com o responsável, o processo de privatizações das empresas públicas, cuja lista ainda não foi divulgada, já está em curso e obedece a normas e critérios com base na lei e visa a "melhoria do tecido produtivo", envolvendo as empresas com maior impacto na economia para lhes dar "condições de maior competitividade e dinamização para o sector público". Segundo Patrício Vilar, serão privatizadas companhias dos sectores da agricultura, indústria, turismo, transportes, telecomunicações, finanças e mineiro.

Apesar de o responsável afirmar que estas empresas estão disponíveis para ir a dispersão em bolsa de valores, em entrevista publicada esta semana pelo Expansão, o presidente do Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE), Valter Barros, admite que serão poucas as que apresentam as exigências necessárias para este fim, tendo como alternativa a sua venda em concurso público.

"Acredito que não serão muitas. O que poderá acontecer é que há empresas que o Estado não quer que continuem na esfera do Estado porque está reiteradamente a injectar dinheiro nessas empresas. O que vai acontecer com as empresas em que o Estado não as consiga colocar em bolsa, é que se pode fazer o processo de privatização por concurso público", admitiu Valter Barros. (...)


(Leia o artigo integral na edição 530 do Expansão, de sexta-feira, dia 28 de Junho de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i