Diferencial entre taxa de câmbio do BNA e das ruas disparou

Diferencial entre taxa de câmbio do BNA e das ruas disparou
Foto: César Magalhães

É preciso recuar a Agosto de 2016 para encontrar um valor superior aos 500 Kz que custava cada dólar no mercado informal. O "gap" entre o mercado formal e o informal tem estado a subir. A "culpa", na última semana, é das férias.

Cada dólar nas ruas de Luanda valia, na última quinta-feira, 500 Kz, o valor mais alto desde Agosto de 2016, com o diferencial, ou "gap" entre o mercado formal e o do informal a subir para 43,8%, depois de em Janeiro ter sido de 28,7%.

No leilão n.º 104, realizado na quinta-feira, 21 bancos comerciais ficaram com 9,6 milhões USD dos 10 milhões que o Banco Nacional de Angola (BNA) disponibilizou, com a taxa média ponderada a ficar fixada em 347,667 Kz por USD, uma ligeira depreciação do Kwanza na ordem dos 0,6% face aos 345,569 da semana passada.

Assim, na última semana, não só o dólar valorizou no mercado formal, mas também nas 'kinguilas', já que para comprar uma nota de 100 USD nas ruas de Luanda eram precisos 50.000 Kz. Assim, o diferencial entre o mercado formal e o informal voltou a superar a barreira dos 40%, atingindo os 43,8%, mais do dobro do que o Governo estabeleceu como objectivo para o final do ano passado.

No entanto, esta meta só foi cumprida no mês de Outubro do ano passado, e desde essa altura esteve sempre a aumentar, com excepção do mês de Junho, em que desceu de 42,2% para 38,9%.

Ainda assim, este diferencial é hoje mais curto do que quando foi definida a nova política cambial e monetária, em Janeiro de 2018, quando o "gap" era de 186%. (...)


(Leia o artigo integral na edição 532 do Expansão, de sexta-feira, dia 12 de Julho de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i