Barril de Brent cai 5% numa semana

Barril de Brent cai 5% numa semana

As incertezas sobre a procura futura por petróleo pesaram nas negociações da matéria-prima. Relatório da Agência Internacional de Energia diz que cortes da OPEP são insuficientes para conter excesso de oferta.

A última semana foi marcada pelavolatilidade nos preços do petróleo.Em Londres, o saldo foi negativopara o Brent, que desvalorizoucerca de 5% e fechou a sessão dequarta-feira, a rondar os 63,7 USD.

As incertezas sobre a procurafutura por petróleo pesaram nasnegociações da matéria-prima.Nesta semana, foram divulgadosdados económicos da China do segundotrimestre, que apontarampara o mais fraco crescimento dosúltimos 27 anos, o que reforçou asperspectivas de abrandamento daeconomia global e diminuição daprocura por petróleo no futuro.

Além disso, do lado da ofertahá outros sinais de pressão emsentido descendente para ospreços. A Agência Internacionalde Energia (AIE) indicou, numrelatório recente, que houve umaumento nos inventários globaisde petróleo no primeiro semestredeste ano, e que os actuaiscortes da OPEP serão insuficientespara conter o excessode oferta no mercado.

Adicionalmente,a Bloomberg noticiouque as reservas norte-americanasde gasolina e destilados aumentaramem 9,25 milhões debarris na semana encerrada a 12de Julho. (...)


(Leia o artigo integral na edição 533 do Expansão, de sexta-feira, dia 19 de Julho de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

*Banco Angolano de Investimentos

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i