Número de graduados nas privadas aumentou 36% em 2018

Número de graduados nas privadas aumentou 36% em 2018
Foto: Lídia Onde

Os corpos docentes nas instituições privadas apresentam fraquezas como a múltipla efectividade e o número reduzido de docentes doutorados e diferenciados. Dominam os professores licenciados apesar de se registar uma tendência progressiva do número de docentes em pós-graduação.

O número de licenciados lançados para o mercado de trabalho pelas universidades privadas subiu de 8.513, em 2017, para 11.599 graduados em 2018, registando um crescimento de 36%, segundo o relatório sobre as actividades das Instituições do Ensino Superior (IES) realizado pela Associação das Instituições do Ensino Superior Privado de Angola (AIESPA).

O número de estudantes admitidos também registou um crescimento de 13%, ou seja, as matrículas passaram de 122.918 para 138.592. Segundo o documento, que analisa o período 2015-2018, e que inclui uma análise SWOT (sigla inglesa para forças, fraquezas, oportunidades e ameaças), nas universidades privadas "existe uma base teórica consolidada, reconhecimento e certificação interna e externa garantida", mas "os principais pontos fracos estão na fraca articulação entre a teoria e a prática, pouco formação profissionalizante, e na formação e a empregabilidade não-alinhada".

Outro aspecto analisado é o grau académico dos docentes. Os números revelam que existem 358 docentes com o grau de doutor, 1.705 mestres e 4.221 licenciados, ou seja, o grau de licenciatura domina o corpo docente das privadas. Há ainda 108 docentes com grau não especificado.

Apesar desta situação, a AIESPA considera que há uma tendência progressiva do número de docentes em pós-graduação, pois há procura constante de profissionalização docente, mas um dos pontos fracos dos corpos docentes é a múltipla efectividade, o número reduzido de docentes doutorados e diferenciados, a pouca oferta formativa de cursos de mestrado e doutoramento no País e a dificuldade na articulação da docência com a investigação. (...)

(Leia o artigo integral na edição 546 do Expansão, de sexta-feira, dia 18 de Outubro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i