Director Carlos Rosado de Carvalho

Lucros da Sonangol 'afundaram' 96% desde o início da crise

Lucros da Sonangol 'afundaram' 96% desde o início da crise

O ano passado foi aquele em que os resultados líquidos mais caíram em percentagem: 71,8% de 47,2 mil milhões kz para 13,3 mil milhões Kz. O aumento dos resultados operacionais, graças às receitas, não foi suficiente para compensar os maus resultados financeiros.

Os lucros da Sonangol deram um "trambolhão" de 95,6% desde que a crise começou ao passarem de 301,6 mil milhões Kz em 2013 para apenas 13,3 mil milhões Kz em 2016, de acordo com cálculos do Expansão a partir dos relatórios e contas da petrolífera.
Para se ter uma ideia do trambolhão, em 2013, a Sonangol teve lucros três vezes superiores aos 91,8 mil milhões Kz registados por todo o sistema bancário. Já em 2016, os lucros dos bancos foram 14 vezes superiores aos da petrolífera. Se fosse um banco, a petrolífera ficaria em quinto lugar no ranking dos lucros do sector.
O maior "trambolhão" nos lucros em termos percentuais registou-se no ano passado, com os resultados líquidos a "afundarem" quase 72%, quedando-se pelos 13,3 mil milhões Kz, contra 47,2 mil milhões Kz registados no ano anterior, revela o relatório de gestão e contas da empresa referente ao exercício de 2016.

(Leia o artigo na integra na edição 429 do Expansão, de sexta-feira 19 de Junho de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i