Director Carlos Rosado de Carvalho

BGI compra 10% de participação no Banco de Negócios Internacionais (BNI)

BGI compra 10% de participação no Banco de Negócios Internacionais (BNI)

O Grupo Castel, detentor das cervejas Cuca, Nocal e Eka, passa a ser, através da BGI, o terceiro maior accionista da nona maior instituição bancária do País em volume de activos, avaliados em 258 mil milhões Kz.

A BGI, empresa do grupo cervejeiro francês Castel, faz parte na nova estrutura accionista do Banco de Negócios Internacional (BNI), sendo detentora de 10% do capital da instituição bancária, tornando-se, assim, no terceiro maior accionista do nono banco com maior volume de activos do País.
O administrador delegado do Grupo Castel em Angola, Philippe Frederic, confirmou ao Expansão a entrada da BGI no capital do BNI. "Tínhamos alguma disponibilidade financeira e decidimos investir, há dois anos, no BNI. Somos detentores de 10% do capital do Banco", declarou.
Numa nota enviada pelo banco ao Expansão, a instituição dá conta da saida de oito dos 19 accionistas do BNI. Desta forma, o banco conta actualmente com 15 accionistas, dois dos quais são novos. Além da BGI, também o empresário Amarildo Délcio de Carvalho Viegas, adquiriu 4% do capital social do banco.

(Leia o artigo na integra na edição 434 do Expansão, de sexta-feira 11 de Agosto de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i