Director Carlos Rosado de Carvalho

Angola arrecada cerca de 6 milhões USD mensais em receitas fiscais com diamantes

Angola arrecada cerca de 6 milhões USD mensais em receitas fiscais com diamantes

Nos primeiros seis meses do ano, Angola vendeu cerca de 4,5 milhões de quilates e obteve cerca de 36 milhões USD em receitas fiscais, em imposto industrial e royalties pagos pelas empresas mineiras que operam no mercado angolano. Receitas aumentaram face ao mesmo período do ano passado.

O Estado recebeu em média 6 milhões USD mensais em receitas fiscais com a venda de diamantes, no primeiro semestre do ano, o que representa um crescimento de 4%, face ao mesmo período de 2016, segundo os cálculos do Expansão sobre os dados revelados pelo Ministério das Finanças (Minfin).
De acordo com os relatórios mensais do Minfin sobre a arrecadação tributária do sector diamantífero, nos primeiros seis meses do ano, Angola vendeu cerca de 4,5 milhões de quilates e obteve cerca de 36 milhões USD em receitas fiscais, em imposto industrial e royalties pagos pelas empresas mineiras que operam no mercado angolano.
Comparativamente a igual período do ano passado, entre Janeiro e Junho, as vendas de diamantes do País ficaram em 525 milhões USD, ou seja, nos primeiros seis meses deste ano o negócio caiu cerca de 1,5% apesar do aumento da produção bruta de diamantes com a entrada em funcionamento da mina CAT 42, na reserva mineira De Catoca, na Lunda Sul.
Em declarações ao Expansão, o presidente do conselho de administração da Endiama, Carlos Sumbula, disse que o abrandamento nas vendas resulta da volatilidade dos preços no mercado internacional, o que obriga a concessionária e a Sodiam a restringir a oferta.

(Leia o artigo na integra na edição 435 do Expansão, de sexta-feira 18 de Agosto de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i