Director Carlos Rosado de Carvalho

Inverter o quadro económico deve ser objectivo de curto prazo do novo Governo

Inverter o quadro económico deve ser objectivo de curto prazo do novo Governo

Com os resultados provisórios das eleições gerais de 23 de Agosto a ditarem a vitória do MPLA, especialistas ouvidos pelo Expansão esperam que o próximo governo cumpra as promessas eleitorais para acabar com o elevado nível de assimetrias registadas no País.

Inverter o quadro económico do País no sentido de acabar com as assimetrias e combater o elevado desemprego são os maiores desafios que o futuro executivo liderado pelo vencedor das eleições, João Lourenço, terá de solucionar a curto prazo, defendem vários especialistas consultados pelo Expansão.

Estes especialistas consideram que o novo Presidente, eleito pelo MPLA está, assim, obrigado a cumprir as promessas eleitorais que fez durante o período de campanha eleitoral. O programa de governação do MPLA para os próximos cinco anos, por exemplo, aponta direcção ao combate à inflação e para medidas que assegurem a estabilidade da moeda nacional e do poder de compra. Outras das promessas passam por orientar a política monetária, aplicando medidas que permitam assegurar que "a base monetária varie dentro dos níveis programados" e que "o sistema bancário conceda crédito aos sectores produtivos, em particular os de maior impacto na diversificação da economia e das exportações".

(Leia o artigo na integra na edição 436 do Expansão, de sexta-feira 26 de Agosto de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i