Director Carlos Rosado de Carvalho

RIL deixam mínimo histórico e sobem 4% de Junho para Julho

RIL deixam mínimo histórico e sobem 4% de Junho para Julho

As reservas internacionais tiveram um aumento de 669 milhões de USD, mas ainda estão muito longe dos valores acumulados no passado.

As Reservas Internacionais Líquidas (RIL) nacionais cresceram 4% em Julho face ao mês anterior, saindo dos mínimos atingidos esta década na ordem dos 16,7 mil milhões USD para os actuais 17,5 mil milhões. De Junho para Julho, as RIL cresceram 669 milhões USD, revelam os dados preliminares da Estatística Monetária e Financeira do Banco Nacional de Angola (BNA).
Não obstante a subida verificada, as reservas internacionais mantêm-se em mínimos históricos, com uma quebra de 3,4 mil milhões USD entre Fevereiro e Julho, mantendo-se, assim em níveis "muito baixos", revelam especialistas consultados pelo Expansão.
O declínio das RIL começou a ter maior impacto com o princípio da crise provocada pela descida dos preços do petróleo nos mercados internacionais, em meados de 2014, uma vez que em Dezembro de 2013 as reservas estavam avaliadas em pouco mais de 31 mil milhões USD, montante que, se comparado aos 17,5 mil milhões USD de Julho, aponta para uma quebra de 45%.

(Leia o artigo na integra na edição 437 do Expansão, de sexta-feira 01 de setembro de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i