Director Carlos Rosado de Carvalho

Onze países africanos recebem 289 mil milhões USD para modernizar agricultura

Onze países africanos recebem 289 mil milhões USD para modernizar agricultura

Doadores internacionais vão disponibilizar 289 mil milhões USD para ajudar 11 países a transformar a sua agricultura, com vista a mudar a cadeia de valor agroalimentar e promover uma nova industrialização agrícola.

Moçambique é o único país lusófono que vai ser abrangido por um programa de financiamento internacional de 289 mil milhões USD para modernizar o sector da agricultura no continente africano e que vai abranger 11 países.
O programa de financiamento é resultado da Parceria para a Transformação Agrícola Inclusiva em África (PIATA), projecto financiado pela Fundação Bill Gates e Melinda Gates, a Fundação Rockefeller e a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID).
A verba, anunciada esta semana, na capital da Costa do Marfim, Abidjan, onde decorreu o forum promovido pela Aliança para uma Revolução Verde em África (AGRA), irá beneficiar 11 países considerados prioritários. Para além de Moçambique, estão no leque de beneficiários o Burkina Faso, Etiópia, Gana, Malawi, Mali, Nigéria, Quénia, Ruanda, Tanzânia e Uganda. Angola fica de fora do lote de escolhidos.

(Leia o artigo na integra na edição 438 do Expansão, de sexta-feira 08 de Setembro de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i