Director Carlos Rosado de Carvalho

Deputados tomam posse no dia 28 de Setembro dois dias depois da tomada de posse do novo PR

Deputados tomam posse no dia 28 de Setembro dois dias depois da tomada de posse do novo PR

Oposição entende que o Parlamento é o "palco privilegiado da luta contra a corrução, a exclusão social, a má gestão, o desperdício, a pobreza e pela despartidarização dos media estatais".

Os deputados eleitos para a IV legislatura tomam posse a 28 deste mês, na Assembleia Nacional, informou esta semana a Comissão Permanente daquele órgão legislativo, dirigido por Fernando da Piedade Dias dos Santos.
À saída da reunião, o responsável lembrou que, "numa competição, nem todos ficam satisfeitos com os resultados", mas considerou como "sábia e corajosa" a decisão de todos os deputados eleitos tomarem posse. Fernando Dias dos Santos dirigiiu-se igualmente aos candidatos não eleitos, encorajando-os a contribuírem para a melhoria da vida do País. "O mais importante é continuarem a ser úteis ao País e vocês têm as portas abertas", afirmou o presidente da Assembleia Nacional, reeleito para a próxima legislatura.
Com um presidente e quatro vice-presidentes, a Assembleia Nacional reúne-se para a abertura da legislatura até ao décimo quinto dia subsequente à publicação dos resultados eleitorais no Diário da República, de acordo com o Regimento da Assembleia Nacional, de 06 de Junho de 2017.

Enquanto isso, as formações políticas União Nacional para Independência Total de Angola UNITA, a Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral (CASA-CE), o Partido de Renovação Social (PRS) e a Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA) reuniram-se para a produção de um comunicado conjunto, onde prometem ser "intransigentes" na defesa da Constituição e das leis.

(Leia o artigo na integra na edição 440 o Expansão, de sexta-feira 22 de Setembro de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i