Director Carlos Rosado de Carvalho

PR mexe no núcleo duro e nomeia Ricardo Viegas d'Abreu

PR mexe no núcleo duro e nomeia Ricardo Viegas d'Abreu

O antigo homem-forte do BPC substitui Carlos Panzo no cargo de secretário do Presidente da República para Assuntos Económicos. Investigação na Suíça sobre alegadas práticas de branqueamento de capitais ditaram a mexida no núcleo duro de João Lourenço.

Pouco mais de três semanas depois de ter nomeado o seu Executivo, João Lourenço já exonerou aquele que seria um dos seus colaboradores mais directos nas questões económicas, por alegado envolvimento em crimes de branqueamento de capitais numa investigação que decorre na Suíça. Trata-se de Carlos Panzo exonerado do cargo de secretário do Presidente da República para Assuntos Económicos, que desta forma passa a ser o segundo a ser exonerado por João Lourenço, depois de este ter exonerado António Rodrigues Afonso Paulo do cargo de ministro da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTESS) por este não ter comparecido na tomada de posse.
De acordo com a Procuradoria-Geral da República, que já anunciou a abertura de um inquérito sobre as respectivas alegações da justiça Suíça, Carlos Panzo é objecto de uma denúncia sobre factos "penalmente puníveis pelo Direito Internacional".
"Em face disso, e porque as informações recebidas do Ministério Público da Suíça não podem, por si só, servir de prova ao abrigo do ordenamento jurídico angolano, a PGR mandou instaurar um inquérito para o apuramento da verdade dos factos e, consequentemente, endereçar à autoridade denunciante um pedido de assistência judiciária internacional, com fundamento na Lei da Cooperação Judiciária Internacional em Matéria Penal", revelou a PGR.

(Leia o artigo na integra na edição 445 o Expansão, de sexta-feira 27 de Outubro de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i