Director Carlos Rosado de Carvalho

Estudo revela que 80% das transacções comerciais com a RDC não foram tributadas

Estudo revela que 80% das transacções comerciais com a RDC não foram tributadas
Foto: César Magalhães

O cimento e as bebidas são os produtos mais exportados por Angola para os mercados da RD Congo, Zâmbia e Namíbia. Nos últimos dois anos as exportações cifraram-se nos 800 milhões USD.

Cerca de 80% dos produtos vendidos por Angola à República Democrática do Congo nos últimos anos não foram tributados, revela o estudo sobre os mercados dos países vizinhos de Angola, apresentado e divulgado pela Agência para a Promoção de Investimento e Exportações de Angola (APIEX) esta semana.
O estudo patrocinado e financiado pela União Europeia indica que 80% dos produtos que entraram na RD Congo não são tributados devido ao elevado grau de informalidade nas transacções entre os dois países. Para a União Europeia, a falta de infra-estruturas está a contribuir para a informalidade nas trocas comerciais. As trocas comerciais fronteiriças, no período 2015/2016, consubstanciaram-se sobretudo nas exportações de cimento, madeira, bebidas e mariscos. No período 2015/2016 Angola vendeu à RD Congo produtos no valor que supera os 800 milhões USD e, deste valor, 200 milhões USD foram com a exportação de cimento.
O secretário de Estado do Comércio, Amadeu Leitão Nunes, disse que o País precisa de dinamizar o sector do comércio e tudo passa pela reforma das instituições públicas ligadas ao comércio externo de forma a melhor agirem e actuarem perante os mercados, organismos multilaterais e bilaterais do sector.

(Leia o artigo na integra na edição 446 do Expansão, de sexta-feira 03 de Novembro de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i