Director Carlos Rosado de Carvalho

'Cimeira' anual dos seguros discute pensões de reforma

'Cimeira' anual dos seguros discute pensões de reforma

"Num País jovem e com uma esperança de vida relativamente baixa, a questão das pensões de reforma não está propriamente no topo da prioridade dos angolanos e do Governo. Ao escolher o tema para a "cimeira" anual dos seguros, queremos contribuir para alterar esta situação", justifica Carlos Rosado de Carvalho director do Expansão e chairman do II Fórum Seguro.

O papel do sector segurador no sistema de pensões de reforma é o tema do II Fórum Seguros Expansão, que terá como key note speaker Csaba Fehér, economista sénior do Departamento de Assuntos Fiscais do Fundo Monetário Internacional (FMI).
Com uma vasto curriculum na matéria, a nível privado e público e em instituições internacionais, Fehér vai falar sobre as tendências dos sistemas de pensões de reforma no mundo. Hugo Brás, coordenador plano sustentabilidade do Instituto Nacional de Segurança Social, abordará o sistema público de pensões de reforma em Angola, enquanto Nuno Matos, responsável pelos serviços actuariais da PwC fará o balanço do mercado angolano de seguros e de fundos de pensões em 2016.
O II Fórum Seguros do Expansão será aberto por Manuel Monteiro, secretário de Estado da Segurança Social e encerrado por Aguinaldo Jaime, presidente da Agência de Regulação e Supervisão de Seguros. "Num País jovem e com uma esperança de vida relativamente baixa, a questão das pensões de reforma não está propriamente no topo da prioridade dos angolanos e do Governo. Ao escolher o tema para a "cimeira" anual dos seguros, queremos contribuir para alterar esta situação", justifica Carlos Rosado de Carvalho director do Expansão e chairman do II Fórum Seguros.

De resto, "face às crescentes dificuldades de financiamento dos regimes públicos, os regimes de capitalização, a cargo de companhias de seguros e de fundos de pensões, vêm-se revelando cada vez mais importantes para a sustentabilidade do sistema", acrescenta Rosado de Carvalho.
"Vamos reunir centenas de participantes entre gestores de topo e quadros médios e superiores, em especial de companhias de seguros e fundos de pensões, autoridades, diplomatas, empresários, académicos, consultores com o objectivo de apontar caminhos, sugerir medidas de política e acções para garantir a sustentabilidade do sistema de pensões de reforma angolano", conclui o director do Expansão.

O II Fórum Seguros tem início, às 09h30, com a intervenção de Csaba Fehér, economista sénior do Departamento de Assuntos Fiscais do FMI, sobre "Sistema de Pensões de Reforma no Mundo". Segue-se uma comunicação de Hugo Brás, coordenador do Plano de Sustentabilidade e Gestão da Segurança Social, sobre "Sistema de Pensões de Reforma em Angola". E, de seguida, Nuno Matos, responsável de Serviços Actuariais da PwC, faz o "Balanço 2016 do mercado Angolano de Seguros e Fundo de Pensões.

Depois de uma pausa, tem início um painel com o tema "O papel do Sector Segurador no Sistema de Pensões de Reforma e Outros Temas da Actualidade", moderado por Carlos Rosado de Carvalho, que conta com a participação de Alexandre Correia, administrador NOSSA Seguros, Armando Mota, PCE da Fidelidade Seguros, Henda Mondlane da Silva, administrador ENSA, João Neto de Almeida, PCA da Fénix Pensões e Paulo Bracons, PCE da SAHAM Seguros Angola.

A sessão de encerramento está a cargo de Aguinaldo Jaime, presidente da ARSEG.

O acesso ao II Fórum Seguros é exclusivamente por convite. Como é hábito, o Expansão reservou lugares para leitores do jornal, do site e da página de Facebook. Serão contemplados os primeiros leitores que enviarem e-mail para forumseguros@expansao.co.ao, indicando nome, organização e cargo.

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i