Director Carlos Rosado de Carvalho

Académicos defendem proximidade entre universidades e empresas

Académicos defendem proximidade entre universidades e empresas
Foto: César Magalhães

Os participantes no IV Fórum da Associação das Instituições de Ensino Superior de Angola defenderam uma relação estreita e contínua entre as universidades e as empresas, pois só dessa forma se consegue uma melhor adequação entre a formação e as necessidades do mercado laboral.

As universidades devem manter uma relação inseparável com as instituições empregadoras porque é nas empresas onde os conceitos são transformados em resultados económicos, defenderam os académicos no IV Fórum realizado, na província da Huíla, pela Associação das Instituições de Ensino Superior de Angola (AIESPA), subordinado ao tema: "Formação, Inovação e Empregabilidade como factor de competitividade".
De acordo com o decano da Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais da Universidade Metodista de Angola, Manuel Fernando, que abordou "A Relação entre o Ensino Superior e a Empresa", é imprescindível essa relação porque a empresa é o mundo onde a prática acontece e a inovação resulta em rentabilidade.
"As universidades são as únicas instituições que podem satisfazer, com relativa segurança e confiabilidade, a Educação, a investigação e a inovação e, quando isso é feito com zelo, com recursos e parcerias necessárias o resultado é o impacto positivo na vida das pessoas, na distribuição dos rendimentos e no progresso económico e social".
O decano sugeriu, ainda, a criação de um consórcio entre as instituições de ensino superior e o sector empresarial para se partilhar os resultados de investigação desenvolvida na academia para se promover o crescimento e a criação de emprego.

(Leia o artigo na integra na edição 449 do Expansão, de sexta-feira 24 de Novembro de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i