Director Carlos Rosado de Carvalho

Duas em cada três empresas registadas no País não têm qualquer actividade

Duas em cada três empresas registadas no País não têm qualquer actividade

Angola conta com 152.359 empresas registadas e, destas, apenas 46.096 estão em actividade, o equivalente a 32% do total do tecido empresarial. Ou seja, existem mais de 100 mil empresas "fantasma" no País. Os dados do INE revelam que Luanda continua a ser a cidade com maior actividade empresarial.

Angola tem 104.088 empresas "fantasmas", com registo no Guiché Único de Empresas (GUE) que não iniciaram actividade, indicam os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).
De acordo com o Anuário das Estatísticas das Empresas do INE, que avalia a série entre 2013-2016, divulgado em Novembro último, no final de 2016 Angola contabilizava 152.359 empresas registadas, das quais 104.088 aguardavam início de actividade e 46.096 estavam em actividade. No ano passado, 566 viram a actividade suspensa e 1.609 foram dissolvidas.
Em 2015, o País contava com 41.507 empresas em actividade, de um universo total de 139.980 empresas registadas. No final de 2016, as empresas "fantasma" representavam 68% do total.
Quanto à distribuição geográfica das empresas registadas até 2016, a maior parte (58%) situa-se na província de Luanda (ver página 4).
O anuário do INE indica que a província de Benguela continua a ser a segunda com maior actividade empresarial do País, com um total de 3.657 empresas activas, enquanto o Cuanza Norte, com apenas 416 empresas, surge em último lugar da tabela.

(Leia o artigo na integra na edição 450 do Expansão, de sexta-feira 01 de Dezembro de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)


Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i