Director Carlos Rosado de Carvalho

Plano "Marshall" de 3,4 mil milhões EUR para África

Plano "Marshall" de 3,4 mil milhões EUR para África

Um dos grandes desafio que África enfrenta é aumentar o mercado laboral para absorver a juventude, promovendo ao mesmo tempo o desenvolvimento tecnológico.

Com o anúncio de um Plano de Investimento Externo da União Europeia (UE) para África, de 3,4 mil milhões EUR, apelidado de Plano Marshall para a reconstrução africana, terminou esta quinta-feira, 30 de Novembro, a 5.ª Cimeira União Africana-UE, que reuniu, durante dois dias em Abidjan, Costa do Marfim, mais de 80 chefes de Estado e de Governo, entre os quais João Lourenço, Presidente de Angola.
Centrada no tema "Investir na Juventude para um Futuro Sustentável", a cimeira acentuou a necessidade de se alterar o paradigma de desenvolvimento no continente africano, virando-o para as novas gerações. Não só porque 60% da população africana tem menos de 25 anos de idade, mas também porque a cimeira se realiza numa altura em que África e a Europa se confrontam com um drama de migrações sem precedente, um dos temas de fundo do encontro, que debateu o reforço das oportunidades económicas para os jovens, mobilidade e migração, paz e segurança e cooperação em matéria de governação.

(Leia o artigo na integra na edição 450 do Expansão, de sexta-feira 01 de Dezembro de 2017, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i