Director Carlos Rosado de Carvalho

"A situação que vivemos é má, tenho saudades do câmbio de 10"

"A situação que vivemos é má, tenho saudades do câmbio de 10"
Foto: César Magalhães

Fala com humor, respira humor. Nas suas múltiplas facetas, Tiago Costa escolheu o humor para se expressar politicamente e, em cinco anos, criou uma profissão para si e para o colectivo Goz"Aqui. Às vezes, com esforço, porque o talento dá trabalho. Mesmo a rir.

O que o motivou a fazer humor?
O gosto pela televisão, pelo audiovisual, adoro política, sinto-me à vontade a falar em público, não tenho receio de errar, sou formado em direito, especializado em comunicação e imagem... liberal e, o mais importante, privilegiado por estar vivo neste "presente" em Angola, com tudo o que está a acontecer no mundo. A combinação só podia dar duas coisas: deputado ou realizador de filmes. Decidi juntar os dois e o resultado foi humorista. O humorista cria realidades alternativas, interpreta de forma criativa, utilizando o exagero, enquanto representa os vários extractos de uma sociedade.

Quando percebeu que tinha talento para fazer rir?
Acho que sempre fui engraçado. Não quero ser arrogante. E, no processo de decidir no que iria trabalhar, inconscientemente criei uma plataforma, canal, produtora, o que seja, uma empresa geradora de conteúdos de entretenimento especializada em humor. Graças, lá está, ao talento angolano. E sem um tostão do Estado.

Quando e como surgiu o Goz"Aqui?
O Goz"Aqui surge, em 2012, de um desafio. Um amigo tinha acabado de abrir um bar e um outro abordou-me: "Porque é que não fazes uma cena de humor ou comédia lá no Floresta [Lounge]?". Eu tinha os meios, a vontade, restava saber se tinha a capacidade. Segui todos os conselhos que a Isabel dos Santos deu, há uns anos no Hora Quente, sobre como ter negócios de sucesso e, do nada, fiquei rico. Não fiquei nada! Agora, então, com a desvalorização do kwanza?! Basicamente, era um projecto para um mês e acabou sendo, para já, o ganha pão de dois ratos que nós temos lá no escritório/estúdio.

(Leia o artigo na integra na edição 457 do Expansão, de sexta-feira 26 de Janeiro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i