Director Carlos Rosado de Carvalho

Económico sai do vermelho depois de perdas de 2016

Económico sai do vermelho depois de perdas de 2016
Foto: Lídia Onde

Depois de em 2014 ter registado o maior prejuízo da história empresarial angolana, estimado em 47,3 mil milhões Kz, o Banco Económico regressou aos lucros em 2017 com um resultado líquido de 7,1 mil milhões Kz, contra o prejuízo de 4,3 mil milhões Kz registado em 2016. Banco tem registado lucros ano sim, ano não.

O Banco Económico (BE) regressou aos lucros em 2017 ao obter um resultado líquido de 7,1 mil milhões Kz, contra o prejuízo de 4,3 mil milhões Kz alcançado no ano anterior, indicam o balancete do quarto trimestre 2017 do ex- BESA e o Relatório e Contas de 2016.
Desde o primeiro trimestre de 2016 que o Económico não publicava os balancetes trimestrais exigidos por lei pelo Banco Nacional de Angola (BNA), mas voltou a publicar depois de o Expansão ter revelado que o ex-BESA era o campeão dos "atropelos" das normas do BNA no capítulo das demonstrações financeiras. Uma semana depois, o banco divulgou oito balancetes trimestrais, sendo quatro de 2016 e os restantes relativos ao ano passado. Já quarta-feira publicou o Relatório e Contas de 2016.
Para chegar ao lucro de 7,1 Kz no ano passado, o Económico desfez-se de parte significativa de imóveis (rubrica Outros Activos) que até Dezembro de 2016 estavam avaliados em 560 mil milhões Kz, mas no ano passado reduziram para 309 mil milhões Kz, correspondente a uma quebra de 44,8%, assinalam dados recolhidos pelo Expansão nos balancetes do quarto trimestre de 2016 e 2017.


(Leia o artigo na integra na edição 461 do Expansão, de sexta-feira 23 de Fevereiro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i