Director Carlos Rosado de Carvalho

Novo modelo de transportes públicos adiado para 2019

Novo modelo de transportes públicos adiado para 2019

O Executivo recuou na implementação do novo modelo de transportes públicos a partir do primeiro trimestre de 2018 e vai prorrogar o prazo para 2019, apurou o Expansão.

Em causa está o "desentendimento" entre o Instituto Nacional dos Transportes Rodoviários (INTR) do Ministério dos Transportes (MinTrans) e o Instituto de Preços e Concorrência (IPREC) do Ministério das Finanças(MinFin).
Em Dezembro de 2017, o IPREC apresentou ao Governo uma proposta de ajuste do sistema de transportes públicos da capital do País, que visava a subida de preços até aos 120 Kz para a viagem mais longa, bem como a criação de passes diários, semanais e mensais multimodais.
O novo modelo multimodal permitiria aos passageiros terem acesso aos transportes públicos até completarem a viagem usando autocarros, comboios e barcos que circulem na mesma zona.
Os passageiros teriam a possibilidade de comprarem os bilhetes no multicaixa e levá-los às Câmaras de Compensação Tarifária que seriam criadas e fiscalizadas pelo INTR, pelo Governo provincial e pelo IPREC.

(Leia o artigo na integra na edição 466 do Expansão, de sexta-feira 29 de Março de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i