Director Carlos Rosado de Carvalho

Reservas em moeda estrangeira já só dão para 5,5 meses de importações

Reservas em moeda estrangeira já só dão para 5,5 meses de importações

As Reservas Internacionais Líquidas baixaram 2,6% em Abril face ao mês de Março, assegurando um mês a menos de importações do que no mês anterior. Alarga-se o fosso entre a meta de 8 meses do Governo e a realidade.

As Reservas Internacionais Líquidas (RIL) desceram 2,6% em Abril para 12,733 mil milhões USD e atingiram o segundo valor mais baixo da década, dando actualmente para 5,5 meses de importações, abaixo dos 8 meses da meta do Governo.
As RIL baixaram 345 milhões USD em Abril face a Março, quando as reservas em moeda estrangeira rondavam os 13,078 mil milhões USD. Nesta década, pior que em Abril deste ano, só Janeiro de 2010, quando as reservas rondaram os 12,007 mil milhões USD.
Actualmente, de acordo com cálculos do Expansão com base em dados do Boletim Estatístico de Dezembro do BNA, o País gasta por mês cerca de 2,325 mil milhões USD em importação de bens e serviços. Contas feitas, as Reservas Internacionais Líquidas dão para 5,5 meses de importações, um mês a menos do que era possível em Março. Aquém da meta que consta no Plano Intercalar, o primeiro documento estratégico apresentado pelo Governo após a tomada de posse de João Lourenço, que apontava à necessidade das RIL suportarem 8 meses de importações.

(Leia o artigo na integra na edição 472 do Expansão, de sexta-feira 11 de Maio de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i