Director Carlos Rosado de Carvalho

Meu "guru"

Meu "guru"

O sucesso das empresas depende da sua capacidade em gerir talentos, garantindo a existência de mentores, que sejam verdadeiros "gurus da competência".

A maioria das empresas necessita de desenvolver uma gestão dos seus recursos humanos, baseada na progressão de carreiras, com base numa correcta integração de novos colaboradores, que contribua para o seu rejuvenescimento, da mesma forma que potencia o crescimento de talentos, que dinamize a criatividade, a inovação e a produtividade útil.
As empresas dinamizadoras de competências distintivas desenvolvem no seu contexto estratégico e integram no seu modelo de negócio e dinâmicas de recursos humanos, baseadas em dois conceitos chave, o coaching e o mentoring.
Com frequência se confunde coaching com mentoring e, de facto, são conceitos e dinâmicas bem distintas.
Gostaria de me centrar, sobre a dinâmica de mentoring, pois trata-se de um conceito e dinâmica de absoluta necessidade para o nosso País, considerando a passagem de testemunho, quer de culturas, quer de experiências.
O passado sempre ensina, da mesma forma que a experiência acumulada associada à aprendizagem distintiva entre as boas e as más práticas, potenciando a competência e aumentando os níveis de maturidade.

(Leia o artigo na integra na edição 474 do Expansão, de sexta-feira 25 de Maio de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i