Director Carlos Rosado de Carvalho

Importação de carros duplicou em 2017 para mais de 10 mil viaturas

Importação de carros duplicou em 2017 para mais de 10 mil viaturas
Foto: César Magalhães

Naquele que foi considerado o pior ano do sector automóvel, em que apenas foram vendidas 4.089 viaturas novas pelas concessionárias, foram importados 10.605 viaturas novas e usadas, um aumento de 94% face a 2016, quando só entraram no País 5.460.

Em 2017, foram importadas 10.605 viaturas novas e usadas, um aumento de 94% face a 2016, quando foram importados 5.460 veículos, revelam dados do Conselho Nacional de Carregadores (CNC) divulgados esta semana. Esta subida aconteceu num ano horribilis para as concessionárias, em que só foram vendidos 4.298 carros novos em Angola.
Apesar de ser um indicador positivo, comparativamente ao ano de 2016, ainda é notório o efeito da crise financeira e económica que afecta este mercado desde 2015, muito por culpa da falta de divisas que afectou a importação de carros nos últimos anos.
Em 2017, segundo CNC, o País importou mais 5.145, relativamente ao período homólogo de 2016 em que as estatísticas da CNC apontam que entraram no País apenas 5.460.
Olhando para os dados dos últimos quatro anos, a importação de carros afundou 92%. Em 2014 entraram 133.876 veículos, um valor que contrasta com os 10.605 carros de 2017 (ver gráficos).
No top cinco dos maiores importadores, segundo os dados do CNC, a Sogepower, com 1.003 veículos, lidera a lista, seguindo-se o Ministério da Saúde com 768 carros. A Teixeira Duarte Angola (TDA) com 417 unidades ocupou o terceiro lugar, enquanto as Organizações Chana e o Ministério dos Transportes, com 405 e 392, respectivamente, seguem no quarto e quinto lugar dos maiores importadores.

(Leia o artigo na integra na edição 475 do Expansão, de sexta-feira 01 de Junho de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i