Director Carlos Rosado de Carvalho

Petrolíferas baixaram 150 milhões USD em facturas de seguro

Petrolíferas baixaram 150 milhões USD em facturas de seguro
Foto: Adjali Paulo

Total de prémios de seguros processados em 2016 foi de 258,3 milhões USD, ao passo que em 2017 totalizaram 109,3 milhões USD.

As companhias de exploração e produção petrolífera em Angola baixaram em 2017 quase 150 milhões USD em pagamentos de prémios de seguro e resseguro, saindo de 258,3 milhões USD em 2016 para 109,3 milhões, apurou o Expansão junto de fontes do sector.
Numa carta endereça à Agência Angolana de Regulação e Supervisão de Seguros (ARSEG), a que o Expansão teve acesso, a Associação das Companhias de Exploração e Produção em Angola (ACEPA) refere que estas poupanças se devem às reformas no sector operadas nos últimos tempos, fazendo menção ao Despacho Presidencial nº 39/16 de 30 de Março, que estipula que todos os contratos celebrados e/ou renovados a partir de Janeiro daquele ano devem ser transferidos para a ENSA, num processo conduzido pela ARSEG.
No documento, a ACEPA diz que houve progressos na transição para as melhores práticas internacionais no âmbito da celebração dos contratos de seguro e resseguro em Angola.
Na carta cujo assunto é "Actividade Petrolífera de Seguro de Petróleo e Gás em Angola", o órgão associativo destaca que houve uma "redução significativa de custos", beneficiando tanto a Sonangol como os parceiros de "coberturas mais apropriadas às especificidades de cada bloco" e oportunidade de transferência de conhecimento entre participantes internacionais e angolanos. "

(Leia o artigo na integra na edição 475 do Expansão, de sexta-feira 01 de Junho de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i