Director Carlos Rosado de Carvalho

Investimento privado - O que considerar relevante para a sua atracção?

Investimento privado - O que considerar relevante para a sua atracção?
Foto: César Magalhães

A questão do investimento privado não é, em verdade, só uma questão da capacidade legal de captação de investimento. Ela mobiliza muitos outros factores e realidades que transcendem o plano económico puro e duro.

Partindo da existência de níveis mínimos aceitáveis referentes à própria estabilidade e manutenção sociopolítica e territorial de um Estado, factores primários constitutivos das funções deste devem ser cimeiramente levados em consideração, pois representam, igualmente, as bases para qualquer estratégia de investimento realmente sustentável. Tais factores são: Saúde; Educação; Segurança Pública; Eficácia do Sistema Judicial.
Pode parecer uma leitura do óbvio, mas o "caminho mais curto entre dois pontos costuma a ser mesmo a linha recta"! A relevância atribuída a estes factores primários - que vêm antes mesmo das necessárias infra-estruturas físicas de base, como produção de energia eléctrica, vias de comunicação (estradas, linhas ferroviárias, aeroportos, portos), acessibilidade de água, etc. - demonstra, à partida, o quão comprometido está um determinado Estado com a sua própria manutenção e desenvolvimento. Afinal, são estes os garantes da viabilidade espácio-temporal do próprio Estado que se pretende como destino do investimento de outros.

*Administrador do S&ER - Think Thank

(Leia o artigo na integra na edição 477 do Expansão, de sexta-feira 15 de Junho de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i