Director Carlos Rosado de Carvalho

Brent cai abaixo dos 74 USD e OPEP tenta chegar a um acordo

Brent cai abaixo dos 74 USD e OPEP tenta chegar a um acordo

Produtores estão optimistas sobre a possibilidade de subir a oferta e que isso possa reduzir as preocupações dos consumidores sobre os preços dos combustíveis.

As probabilidades da OPEP chegar a um entendimento na reunião desta sexta-feira melhoraram depois de o Irão ter retirado a ameaça de vetar a proposta da Arábia Saudita de aumentar a produção de petróleo na segunda metade do ano. Após intensas negociações a meio da semana, os delegados dos vários países produtores ficaram mais optimistas sobre a possibilidade de poder ser alcançado um plano conjunto para subir a oferta e que isso possa reduzir as preocupações dos consumidores sobre o actual nível (elevado) dos preços dos combustíveis.

Segundo algumas fontes, a proposta da Arábia Saudita envolve um cálculo complexo sobre quanto é que o cartel terá cortado na sua produção para além da meta inicial de 1,8 milhões bpd estabelecida em 2016. A Arábia Saudita e os seus parceiros estimam que os cortes totalizam actualmente os 2,8 milhões bpd e, como tal, a proposta seria a de aumentar a oferta em 1 milhão bpd para poder voltar ao objectivo inicial. Contudo, o aumento provavelmente iria traduzir-se no regresso ao mercado de apenas 600 mil bpd tendo em conta que a maioria dos países não tem condições de aumentar a sua produção.

Dito isto, a Arábia Saudita terá que assegurar um compromisso que vá ao encontro das pretensões das diversas partes. Por um lado, a Rússia pretende um aumento da produção de 1,5 milhões bpd e, por outro, países como o Irão, a Venezuela e Argélia têm oferecido uma forte resistência a que isto aconteça.

(Leia o artigo na integra na edição 478 do Expansão, de sexta-feira 22 de Junho de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i