Director Carlos Rosado de Carvalho

Comité de Política Monetária reduz taxa BNA para 16,5%

Comité de Política Monetária reduz taxa BNA para 16,5%
Foto: Lídia Onde

Quatro anos depois, o banco central decidiu reduzir pela primeira vez a sua principal taxa directora. O "desaperto" da política monetária, que se enquadra no processo de desinflação em curso, deverá, mais tarde ou mais cedo, reflectir-se nos juros pagos pelas empresas e famílias.

O Comité de Política Monetária (CPM) baixou, no dia 17 de Julho, a Taxa Básica de juro do Banco Nacional de Angola (BNA) de 18% para 16,5%, uma redução de 1,5 pontos percentuais, sendo o primeiro grande "desaperto" da política monetária desde o arranque da crise, em 2014. O banco central decidiu, igualmente, prosseguir com a marcha de "desaperto" ao reduzir o coeficiente das reservas obrigatórias em moeda nacional de 19% para os actuais 17%.
Com esta redução, a Taxa Básica do BNA, que em Maio último passou a chamar-se apenas Taxa BNA e foi unificada com a taxa de juro da facilidade permanente de liquidez, aproxima-se dos níveis de Novembro de 2017, quando estava a 16%.
Em Junho de 2014, quando o petróleo começou a descer a a então Taxa Básica BNA estava nos 8,75%. Em Outubro desse ano foi aumentada para 9% e a partir daí não parou de subir até atingir o pico de 18% em Dezembro de 2017, após 10 aumentos (ver gráfico).

(Leia o artigo na integra na edição 482 do Expansão, de sexta-feira 20 de Julho de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i