Banco Nacional de Angola anula licença da sociedade de remessas de valores Money Speed

Banco Nacional de Angola anula licença da sociedade de remessas de valores Money Speed

O banco central fundamenta a retirada da licença à Money Speed, alegando incumprimento reiterado no prazo para início de actividade no sistema financeiro.

O banco central informou, terça-feira, que anulou a licença que autoriza a sociedade de pagamentos e remessas Money Speed a exercer a actividade de remessas de valores no País por caducidade da autorização que o Banco Nacional de Angola (BNA) lhe concedeu.
"Assim, e dando-se início ao processo de liquidação, as entidades que registam dívidas da Money Speed - Sociedade de Pagamentos e Remessas, Lda., devem, no prazo de 30 dias a contar da data de publicação do presente comunicado, informar os valores dessas dívidas ao Departamento de Regulação e Organização do Sistema Financeiro do Banco Nacional de Angola", destaca a nota do BNA.
O banco central fundamenta a retirada da licença à Money Speed, alegando incumprimento reiterado no prazo para início de actividade no sistema financeiro, remetendo para a Lei de Base das Instituições Financeiras, que indica que "a autorização de uma instituição financeira não bancária caduca se os requerentes a ela expressamente renunciarem, se a sociedade não for constituída no prazo de seis meses ou se não iniciar a actividade no prazo de 12 meses a contar da mesma".

(Leia o artigo na integra na edição 483 do Expansão, de sexta-feira 27 de Julho de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i