Director Carlos Rosado de Carvalho

Egoísmo ou mudança de hábitos

Egoísmo ou mudança de hábitos

Um dos paradigmas da sociedade moderna evidencia a abstracção consciente do homem, da realidade social e ambiental, agindo de forma irresponsável e egoísta, interagindo com o meio ambiente, da forma que mais lhe interessa.

Uma compreensão fragmentada e interesseira do homem sobre o mundo torna-o cego, não querendo entender a necessidade de criar uma relação equilibrada entre si, a sociedade e a natureza, com consequências graves para a actual crise ambiental.

As necessidades humanas na satisfação das suas necessidades em termos de alimentação, urbanização e industrialização, entre outras, têm sido a grande causa da degradação global do ambiente, utilizando formas insustentáveis de exploração dos recursos naturais, causando problemas ambientais, com impacto directo na vida dos seres vivos e na saúde humana, como sejam, a poluição, a erosão dos solos, a extinção e redução da quantidade das espécies, e a produção excessiva dos resíduos e o seu deficiente tratamento, entre outros.

Efectuei um conjunto de perguntas, a diferentes elementos da população angolana, sobre o seu conhecimento sobre as questões ambientais. Constatei quatro tipo de comportamentos, curiosamente distribuídos em função das faixas etárias: as crianças, que ouvem falar sobre o tema, têm sensibilidade, mas não são ensinadas, os adolescentes, que dizem que não se sentem obrigados a ter cuidados ambientais, porque não têm o exemplo dos mais velhos e não vale a pena (embora conscientemente saibam que devem cuidar deste tema), os adultos entre os 25 e os 40 anos, que consideram importante a preservação ambiental, mas sentem que o primeiro exemplo deve vir das organizações governamentais e os mais velhos, que consideram que, de facto, essa educação deverá começar na escola e já não é para si (muito embora sejam algumas vezes mais cuidadosos). (...)

(Leia o artigo integral na edição 497 do Expansão, de quinta-feira, dia 1 de Novembro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i