Director Carlos Rosado de Carvalho

Patrões apresentam caderno reivindicativo ao Chefe de Estado

Patrões apresentam caderno reivindicativo ao Chefe de Estado
Foto: Lídia Onde

Os representantes de três associações empresariais apresentaram a João Lourenço perto de trinta pedidos para dinamizar os sectores da Hotelaria, Agro-negócio e Automóvel. Querem perdão de multas, mas também subsídios aos juros bancários para desafogar as empresas.

As associações empresariais que actuam nos sectores da Agro-pecuária (AAPA), Comércio e Distribuição Moderna (ECODIMA), Hotelaria e Restauração (AHRA) e a dos Concessionários de Equipamentos de Transporte Rodoviário (ACETRO) apresentaram, na semana passada, ao Chefe de Estado, numa audiência de auscultação e concertação, propostas para o fomento do sector produtivo.

Entre os vários temas abordados no encontro destaca-se a necessidade da criação de um Banco de Fomento Agro-pecuário, o alargamento do Fundo de Garantia de Crédito para suportar os empréstimos bancários, contraídos pelas empresas, no âmbito das linhas de crédito do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), e a facilitação de vistos para o fomento da indústria hoteleira e turística do País, entre outros assuntos.

Apesar de ser uma audiência concedida às quatro associações, muitas críticas se levantaram à volta do encontro por parte de outras associações empresariais. No entanto, o secretário Executivo da Associação dos Hotéis e Resorts de Angola (AHRA), Ramiro Barreira, um dos que participaram na reunião com o Presidente da República, desvalorizou as criticas e lembrou que o PR não poderia receber todas as representações empresariais do País. Lembrou ainda que o encontro pode servir de base para os próximos encontros. (...)

(Leia o artigo integral na edição 498 do Expansão, de sexta-feira, dia 9 de Novembro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i