Director Carlos Rosado de Carvalho

Empresas lideram o 'big bang' ecológico

Empresas lideram o 'big bang' ecológico
Foto: Sparknews

Pelo quarto ano consecutivo, a operação editorial Solutions&Co reúne 20 importantes jornais económicos de todo o mundo para explorar e destacar soluções concretas da luta contra as mudanças climáticas.

Em 2015, nações de todo o mundo mandaram uma forte mensagem ao assinarem o Acordo de Paris, na COP21. E, no entanto, a batalha contra as mudanças climáticas está longe de terminar. Os países signatários ainda não se comprometeram com medidas concretas. Enumerá-los é uma meta da COP24, que se realiza de 3 a 14 de Dezembro, em Katowice, na Polónia.

Apesar desses passos, seria um erro pensar que somente os governos poderão conter o aquecimento global.

O último relatório de cientistas do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) é absolutamente claro: para limitar o nosso impacto sobre o clima, todos devemos comprometer-nos com "mudanças rápidas, de longo alcance e sem precedentes, em todos os aspectos da sociedade".

As empresas disporem-se a atingir esses objectivos tornou-se um dever moral que exige uma acção rápida. É também uma óptima oportunidade para repensar os seus modelos de negócio e inseri-los na sociedade. Nos Estados Unidos, muitos no sector privado entendem o que está em jogo e estão a preparar-se para liderar a batalha climática, após a decisão da Administração do país de se retirar do Acordo de Paris. O compromisso de Michael Bloomberg, ex-mayor de Nova Iorque e bilionário que promove a inovação financeira de baixa emissão de carbono nos mercados de capitais de Wall Street, é apenas um exemplo.

Nos últimos anos, empresas em todo o mundo aliaram lucros ao respeito pelo meio ambiente. Algumas são apoiadas por governos locais, enquanto outras estão a esforçar-se a batalhar, contrariando todas as expectativas. Mas elas devem ir ainda mais longe. Devem tornar-se pontas de lança desse big bang ecológico, acelerando e ampliando as soluções concretas para conter o aumento das emissões dos gases de efeito estufa.

Para limitar as consequências devastadoras das mudanças climáticas e garantir condições de vida sustentáveis para as diferentes espécies do planeta - incluindo seres humanos -, devemos reduzir as nossas emissões de CO2 em até 45%, dos níveis de 2010, antes de 2030; e atingir a neutralidade de carbono até 2050. Em outras palavras, cada grama de CO2 emitido na atmosfera terá de ser compensado por práticas sustentáveis.

A missão não é impossível, segundo os cientistas do IPCC. Algumas das medidas necessárias para nos mantermos abaixo de um aumento de 1,5°C já estão em andamento, mas é vital ampliar e acelerar a sua implementação.

Ampliar o impacto de soluções tecnológicas já eficazes é um primeiro passo. Mas as empresas ainda têm outro desafio - gerar valor e empregos sem superconsumo. Conforme o Banco Mundial aponta, um futuro de tecnologia verde que administra inadequadamente os recursos naturais, especialmente metais raros, pode estar em desacordo com os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

É por isso que o Expansão se une à Sparknews e a outros 19 grandes jornais económicos em todo o mundo, a partir do dia 3 de Dezembro, durante a COP24, para o projecto editorial Solutions& Co, desbravando soluções que reconciliam ecologia e economia. Replicar essas soluções em larga escala pode ajudar-nos a atingir as metas que os cientistas estabeleceram para limitar os impactos das mudanças climáticas.

Vocês - leitores, cidadãos, líderes, investidores, consumidores - podem ajudar a espalhar e ampliar os efeitos dessas soluções, para que a economia de amanhã se torne verdadeiramente sustentável.

* Fundador da Sparknews & membro da Ashoka
Mathilde Imer | Gerente de Projectos Solutions&Co e a equipa da Sparknews

Solutions&Co

Artigos relacionados:
Um fogão sustentável chama a atenção para a saúde, meio ambiente e emprego
Aquaponia em defesa da agricultura nos Camarões
Quinze por cento para lá do Acordo de Paris
Expansão na rede de jornais económicos que promovem negócios amigos do ambiente

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i