Director Carlos Rosado de Carvalho

Revisão do Orçamento Geral do Estado para 2019 em "Stand by"

Revisão do Orçamento Geral do Estado para 2019 em "Stand by"
Foto: Quintiliano dos Santos

Governo admite rever o preço do barril do petróleo no OGE, mas só lá mais para a frente, apesar de o preço médio de hoje estar bem abaixo dos 68 USD.

O ministro das Finanças, Archer Mangueira, reafirmou a posição do Governo e afasta, para já, qualquer revisão do preço do barril do petróleo no Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2019, apesar de os preços nos mercados internacionais estarem abaixo do projectado em sede orçamental. Talvez lá para Março, refere Archer.

Numa altura em que o barril de petróleo ronda os 60 USD, depois de há pouco mais de um mês ter estado próximo dos 90 USD, abriu-se a discussão no parlamento sobre a necessidade de o Governo rever os 68 USD que inscreveu no orçamento do Estado como estimativa de preço médio do barril para o ano de 2019.

O ministro de Estado do Desenvolvimento Económico e Social, Manuel Nunes Júnior já tinha afastado essa possibilidade e Archer Mangueira reafirmou a posição do Governo: para já ainda não. "Se assistirmos a uma contínua queda do preço do petróleo, seremos forçados a propor à Assembleia Nacional um orçamento rectificativo", disse. (...)


(Leia o artigo integral na edição 503 do Expansão, de sexta-feira, dia 14 de Dezembro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i