Director Carlos Rosado de Carvalho

Escassez de água e de de electricidade dificulta exportação

Escassez de água e de de electricidade dificulta exportação
Foto: César Magalhães

Empresários garantem que falta de condições básicas faz disparar os preços dos produtos produzidos em Angola, prejudicando níveis de exportação.

Os representantes das companhias industriais Vidrul e de uísque Best declararam esta semana que a falta de condições básicas como a distribuição de electricidade e de água têm impacto no aumento dos custos de produção. Um factor que, garantem , reduz a capacidade de exportação dos seus produtos para os mercados estrangeiros.

Numa conferência realizada no Banco Millennium Atlântico, que serviu para apresentar um plano de apoio ao produtor e exportador local, a directora geral da National Distillers, detentora da marca de uísque Best, constituída em 2015, com um investimento avaliado em 9 milhões USD, garantiu que o sector das bebidas alcoólicas necessita de ser ainda padronizado pelo Governo.

"Existe falta de normas e de estandardização para o álcool. Nunca conseguiremos exportar um produto que não tenha estandartes no país. Nós precisamos de garantir a qualidade e isto é um trabalho que tem de ser feito em conjunto", garantiu Ágata Russel. (...)



(Leia o artigo integral na edição 503 do Expansão, de sexta-feira, dia 14 de Dezembro de 2018, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i