Director Carlos Rosado de Carvalho

Prepare-se para a confusão no trânsito no Futungo em Fevereiro

Prepare-se para a confusão no trânsito no Futungo em Fevereiro

A construção deste nó terá a duração de dois anos, está orçamentada em 55 milhões USD, e promete melhorar a mobilidade rodoviária naquela zona junto a Talatona, conhecida pelas dificuldades que os automobilistas enfrentam especialmente de manhã quando se deslocam para a capital do País.

A circulação rodoviária junto à UGP, no Talatona, nos sentidos Golfe ll-Benfica e Benfica-Golfe ll, vai ficar condicionada por tempo indeterminado a partir de 1 de Feveiro devido ao início das obras de reformulação do nó de ligação da estrada da Samba à Avenida Pedro de Castro Van Dúnem "Loy".

A partir da próxima semana, a Tecnovia Angola, empresa encarregue de executar as obras de remodelação daquele nó vai dar início à primeira de quatro fases das obras.

A construção da infra-estrutura terá a duração de dois anos, de acordo com o encarregado de obras da Tecnovia Angola, Jorge Gamboa. O responsável da obra acrescentou que quando o projecto estiver concluído o trânsito na intercessão entre a Samba e o Futungo mudará de figurino e tornará o trânsito naquela zona mais fluído.

Esta é uma obra do Ministério da Construção e Obras Públicas, orçada em 55 milhões USD, apresentada em Julho de 2017. "A rotunda vai encurtar o actual retorno que se faz no Shopping Avenida, para quem vem do Benfica e pretende dirigir- se à Samba", acrescentou.

Para escoamento do trânsito que habitualmente circula naquela zona da capital do País, o projecto prevê alternativas (ver em cima). "Quando abrirmos o primeiro desvio, os automobilistas que circularem no sentido Golfe ll-Benfica deverão optar pela alternativa KFC e apanhar a antiga Estrada da Samba, passando pelo Centro de Conferências de Belas e sair no cruzamento para o Benfica. A via terá sentido único e pensamos que assim vamos reduzir o engarrafamento na zona das obras", disse Jorge Gamboa.

Esperam-se assim vários constrangimentos ao trânsito naquela zona da cidade, especialmente durante as manhãs, período em que o tráfego atinge o pico, especialmente para os condutores que pretenderem fazer o retorno dos Shopping Maxi e Candando para seguir para a Avenida 21 de Janeiro, percurso em que os automobilistas costumam perder mais de 40 minutos na viagem do Benfica à Mutamba. (...)


(Leia o artigo integral na edição 508 do Expansão, de sexta-feira, dia 25 de Janeiro de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas. Saiba mais aqui)

Partilhar no Facebook

Comentários

Destaques

ios Play Store Windows Store
 
×

Pesquise no i